Produtores relatam eficiência de INTACTA RR2 PRO no controle das principais lagartas de soja

À esquerda, lavoura de soja sem a tecnologia da Monsanto, que demonstra bons resultados na supressão da Helicoverpa armigera em todo o país

Na fazenda do produtor Eduardo Kurilo, no município gaúcho de São Luiz Gonzaga, 60% dos 1.200 hectares de soja plantados na safra 2013/2014 são da tecnologia INTACTA RR2 PRO. A principal diferença em relação aos 40% cultivados com a soja RR1, é que a nova tecnologia da Monsanto não foi atacada por lagartas, incluindo a espécie Helicoverpa armigera, que já gerou prejuízo de R$ 10 bilhões aos agricultores brasileiros.

A eficácia da INTACTA RR2 PRO chama a atenção de grande parte dos sojicultores brasileiros que, assim como o agricultor Eduardo Kurilo, estão colhendo a primeira safra comercial da soja de segunda geração. “A expectativa com a colheita para este ano é muito boa, pois não sofremos com as lagartas na área de INTACTA RR2 PRO. Estamos felizes com esse primeiro resultado da nova tecnologia da Monsanto”, conta Kurilo. De acordo com o produtor, após 45 dias do plantio foram realizadas três aplicações de inseticidas na soja de primeira geração. Já na soja RR2, nenhuma aplicação foi feita nesse mesmo período.

Com o controle das lagartas os agricultores passaram a ter maior rentabilidade, ao reduzir os gastos com a aplicação de defensivos e aumentar a produtividade por hectare – ganho médio de 6,4 sacas a mais em comparação com as variedades mais plantadas em cada região. O produtor Moacir Ferro, que cultivou 200 hectares de soja em sua fazenda na região de Maringá (PR), 50 deles com a tecnologia INTACTA RR2 PRO, não tem dúvidas quanto ao benefício da introdução da biotecnologia em suas áreas comerciais. “Nas lavouras de RR1, devido à presença da lagarta da soja, da falsa medideira e também da Helicoverpa armigera, fizemos três aplicações de agroquímicos, enquanto na área de INTACTA RR2 PRO não aplicamos nenhuma vez”, relata satisfeito o agricultor, que espera colher de 65 a 75 sacas por hectare da nova tecnologia.

Em Cachoeira do Sul (RS), Udo Strobel cultiva cerca de 2 mil hectares de soja, sendo 300 destes hectares em área de irrigação. O produtor conheceu a INTACTA RR2 PRO por intermédio do Clube da Irrigação, grupo que visa integrar tecnologias de sete empresas parceiras e aumentar ainda mais a eficiência das áreas irrigadas. “Estamos testando a tecnologia pela primeira vez. São 70 hectares plantados com INTACTA RR2 PRO e acredito que a produtividade vai ser entre 50 e 60 sacos por hectare, enquanto na área de RR1 essa produtividade será entre 45 e 55 sacos por hectare”, estima. Embora os demais produtores do Clube da Irrigação invistam em tecnologias para explorar ao máximo o potencial produtivo de suas lavouras, as lagartas não deixaram de aparecer, levando-os a aplicar inseticidas em áreas de cultivo da soja de primeira geração.

Experiências semelhantes são relatadas em diferentes regiões do país. O produtor Eduardo Manjabosco, de Formosa do Rio Preto (GO), está com a área total cultivada em fase final de desenvolvimento. Dos 8,4 mil hectares semeados, 500 hectares foram plantados com soja INTACTA RR2 PRO. Segundo o agricultor, a nova tecnologia da Monsanto ajudou a reduzir o volume da infestação de lagartas que, no mesmo período do ano passado, estava muito mais intenso. “Chegamos a aplicar cinco vezes o inseticida na lavoura de RR1 e mesmo assim a praga destruiu boa parte das plantas”, diz Manjabosco.

Em Mato Grosso, o agricultor José Dolphini plantou, em sua propriedade em Campo Verde, 5 hectares de INTACTA RR2 PRO, em um total de 2,2 mil hectares de área cultivada. Embora a área plantada com a nova tecnologia seja pequena em relação ao todo, o produtor conseguiu mensurar os resultados após 50 dias do plantio. “A tecnologia INTACTA recebe menos pressão de lagartas quando comparada à antiga RR1 ou às variedades convencionais”, conta. Esses resultados reforçam a força da tecnologia que, em seu ano de lançamento, teve a adesão de mais de 13 mil produtores, desempenho recorde entre os lançamentos da companhia.